A Future Health Biobank apoia investigação pioneira sobre a regeneração da dentina

Os investigadores da Future Health Biobank disponibilizaram amostras de células estaminais mesenquimais (MSCs) do cordão umbilical para uma investigação pioneira sobre a regeneração da dentina e dos ossos.

A investigação decorre no Centro de Medicina Dentária e Higiene Oral da Universidade de Groningen, nos Países Baixos. Esta foi concebida como forma de suporte a um estudo recentemente publicado sobre os efeitos da dentina na mineralização das MSCs humanas.

De acordo com o estudo, os componentes encontrados na dentina, designados "dEMCs" podem ser usados para melhorar significativamente a mineralização das MSCs do Cordão Umbilical e da Polpa Dentária. Ou seja, as células estaminais têm a capacidade de gerar minerais de tipo ósseo quando são direcionadas diretamente para a osteo-linhagem (referente ao osso). Durante o estudo, os investigadores detetaram igualmente que a viabilidade e a proliferação de células dependem da dosagem de "dEMSc", o que significa que estas podem ser personalizadas para se adaptarem às necessidades do meio circundante.

Estas conclusões encorajadoras servirão para ajudar a desenvoler terapêuticas à base de células estaminais destinadas à regeneração de tecidos. É por isso que a Future Health Biobank não hesitou no apoio prestado à investigação e desenvolvimento, doando amostras de MSCs do cordão umbilical. Por seu turno, a FHT espera que as conclusões da Universidade de Groningen venham a beneficiar os seus atuais e futuros clientes que confiam à Future Health o armazenamento das suas células estaminais.

Referência:
www.liebertpub.com/