Future Health disponibiliza amostra de células estaminais para tratamento de criança com paralisia cerebral

Uma menina com três anos de idade recebeu um tratamento para a paralisia cerebral (PC) recorrendo às células estaminais do sangue do cordão umbilical do seu irmão. A amostra foi recolhida do cordão umbilical da mãe à nascença e preservada nas instalações da Future Health Biobank na Suíça.

Após descobrir os ensaios clínicos pioneiros sobre paralisia cerebral na Universidade de Duke, a família decidiu disponibilizar a amostra do cordão umbilical para uso num potencial tratamento. Demorou menos de uma semana para a amostra ser disponibilizada a partir das instalações da Future Health na Suíça, e a ser recebida pelo Hospital da Universidade de Duke, onde a infusão das células estaminais decorreu com sucesso.

O objetivo das infusões de células estaminais do sangue do cordão umbilical é melhorar a função motora dos doentes, através da substituição das células mortas. No caso desta menina, espera-se que ela e os pais comecem a notar estas melhorias no espaço de 3 a 6 meses. Muitos doentes com PC exibiram já resultados encorajadores na sequência de tratamentos na Universidade de Duke.

A mãe da menina afirmou que após uma pesquisa aturada, este tratamento com células estaminais revelou ser a única opção viável. A mãe conversou com a Future Health acerca da sua experiência de criopreservação connosco:

“Ouvimos falar sobre a Future Health na internet, depois de ter feito algumas pesquisas online. Todos os serviços prestados acabaram por ser uma experiência excelente. Pessoal profissional, sempre disponível, respostas rápidas por email ou por telefone, muito simpático, eficiente e atento em relação às nossas necessidades."

Saiba mais sobre os avanços mais recentes na terapêutica à base de células estaminais no Hospital da Universidade de Duke.