O cancro da Amelia encontra-se em remissão após um transplante de células estaminais de sangue do cordão umbilical

A Amelia Topa, uma menina da região de North East Anglia, irá regressar a casa mesmo a tempo do Natal, depois de receber um transplante pioneiro de células estaminais para tratar uma combinação rara de cancros.

Amelia Topa

Os pais da Amelia detetaram os primeiros sinais da doença da sua filha quando, depois de esta nascer, ter começado a apresentar manchas púrpura em todo o corpo. Não demorou muito até a pequena Amelia ter sido diagnosticada com dois tipos de leucemia - uma leucemia linfoblástica aguda e uma leucemia mielóide aguda.

A mãe, Kerri Paton, relembra o primeiro transplante da Amelia em 2017:

Já é raro nascer com leucemia, mas nascer com uma mistura de dois tipos é inaudito.

Os médicos realizaram um transplante de medula óssea na Amelia, usando células estaminais doadas" por um homem com idade entre os 16 e os 30 anos. O tratamento funcionou e, no outono seguinte, a Amelia estava de volta a casa e a aguardar a chegada de um irmãozinho.

Contudo, desde o transplante da medula óssea, os testes revelaram que o cancro da Amelia tinha voltado. Após uma sessão intensiva de quimioterapia, a Amelia recebeu em junho de 2019 um segundo transplante, usando desta feita células estaminais de sangue do cordão umbilical.

As células estaminais do sangue do cordão umbilical tiveram sucesso e o cancro da Amelia encontra-se em remissão, para grande alívio da família. Os pais estão ansiosos por trazer a sua filha de volta a casa a tempo de festejar o Natal.

Segundo a Kerri:

A Amélia superou o transplante e agora está ótima. Não podia estar mais orgulhosa. Espero que a história da Amelia ajude outras famílias a ultrapassar uma situação de cancro. Existe uma luz ao fundo do túnel.

A Amelia foi igualmente escolhida para receber o prémio Cancer Research UK Children and Young People Star Award’, em reconhecimento da coragem demonstrada desde o seu diagnóstico inicial.

Referência:
www.pressandjournal.co.uk/