O transplante de células estaminais do cordão umbilical corrige o síndrome do cólon irritável

Uma bebé, a Zhao Jiaxin, foi a primeira criança na China a receber um transplante de células estaminais do cordão umbilical para curar um tipo hereditário de Síndrome do Cólon Irritável.

Quando a Zhao nasceu, em 2015, começou a ter febre e diarreia logo a partir dos 8 dias de idade. A sua irmã mais velha tinha os mesmos sintomas e faleceu tragicamente com 5 meses, pelo que os pais receavam poder perder a Zhao também. Por isso, recorreram ao Hospital Infantil da Universidade de Fudan em Shanghai.

Na Universidade, a família descobriu que a Zhao tinha uma forma muito precoce de Síndrome do Cólon Irritável (VEO-IBS); uma condição rara causada por uma mutação genética hereditária. O defeito no gene defeituoso causou problemas graves no sistema imunitário de Zhao, levando a desnutrição, abcessos intestinais e fístulas.

O único tratamento eficaz é um transplante de células estaminais… pode ajudar a reparar a deformação genética e a controlar os sintomas da doença

- Huang Ying, MD PhD, Hospital Infantil da Universidade de Fudan

Em 2015, a Zhao foi uma das pouquíssimas bebés a receber um transplante de células estaminais do cordão umbilical para o VEO-IBS com imunodeficiência de IL10RA. Os transplantes bem sucedidos foram realizados com condicionamento com quimioterapia de baixa intensidade, com resultados positivos ao fim de 1-3 meses. Graças a este transplante pioneiro, a condição da Zhao melhorou significativamente permitindo-lhe ter uma vida feliz e saudável.

Referências bibliográficas:
parentsguidecordblood.org/