Sangue do cordão umbilical autólogo investigado para tratamento de paralisia cerebral em crianças

1 em cada 400 crianças é diagnosticada com paralisia cerebral (PC) – uma doença provocada por problemas de desenvolvimento do cérebro, antes, durante ou logo após o parto. Apesar de ainda não existir qualquer tratamento específico, o número crescente de provas sugere que certos tipos de células estaminais pode ajudar a tratar os sintomas da PC.

A paralisia cerebral é uma doença permanente que afeta os movimentos, a alimentação, a fala e que pode mesmo provocar deficiências de aprendizagem. Estes sintomas podem não ser imediatamente visíveis; demoram geralmente entre dois a três anos até serem detetáveis. 70% dos casos de PC têm causa desconhecida, apesar de em 20% das crianças esta doença poder estar associada a partos prematuros, trauma perinatal ou hipoxia cerebral.

O sangue do cordão umbilical autólogo e as células estaminais são atualmente objeto de investigação quer na área do diagnóstico, quer do tratamento dos sintomas da PC, uma vez que revelam potencial para fomentar o neuro-desenvolvimento.

Estão em curso presentemente nove ensaios clínicos de fase inicial que avaliam a utilização de infusões de sangue do cordão umbilical autólogo em mais de 2.500 crianças com encefalopatia hipoxico-isquémica, uma forma de PC. Os investigadores identificaram proteínas, fatores de crescimento e outras moléculas existentes no sangue do cordão umbilical que podem fomentar o neuro-desenvolvimento nestes doentes. Estudos preliminares sugerem igualmente que as células estaminais neurais (do cérebro) e as células estromais mesenquimais (MSCs) podem promover a reparação das células do cérebro.

Caso estes ensaios clínicos continuem a ser desenvolvidos e testados em mais doentes, os pacientes com paralisia cerebral poderão receber uma forma de tratamento muito mais rápida e eficaz. Presentemente, as terapias estão orientadas para a gestão dos sintomas através de fisioterapia ocupacional e medicação, de modo a ajudar os progenitores a ter uma melhor qualidade de vida.

Os cientistas da Future Health Biobank estão a seguir os desenvolvimentos na área da paralisia cerebral e terão todo o gosto em responder às suas dúvidas assim que forem publicadas atualizações. Contacte-nos através do 0115 967 7707 ou por correio eletrónico info@fhbb.com para obter mais informação.

Referências:
www.eurostemcell.org/
www.nhs.uk/
www.ncbi.nlm.nih.gov/