Armazenamento de células estaminais do tecido adiposo

O tecido gordo removido durante uma lipoaspiração abriga uma preciosa fonte de células estaminais.

Este tecido adiposo contém células estaminais mesenquimais (CEM) com o potencial de se transformarem em tipos específicos de células para ajudar a regenerar danos em articulações, músculos, ossos, nervos e até mesmo no coração.

As células estaminais mesenquimais (CEM) são muito promissoras para o tratamento futuro de mais de 300 patologias diferentes desde a paralisia cerebral à diabetes e até mesmo ao autismo.

A forma mais comum de armazenar as células estaminais é a partir do cordão umbilical depois de um bebé nascer e tal é feito sob a forma de células estaminais do sangue do cordão umbilical e células estaminais do tecido do cordão umbilical. No entanto, o armazenamento de tecido adiposo proporciona aos adultos uma oportunidade única para armazenarem as suas células estaminais.

Hoje em dia muitos adultos perderam a oportunidade de ter as suas células estaminais armazenadas aquando do nascimento e assim, consequentemente, o armazenamento de células estaminais do tecido adiposo proporciona aos adultos uma segunda oportunidade.

  • Oportunidade para adultos armazenarem estas células estaminais preciosas
  • As células estaminais CEM estão em ensaio clínico para mais de 300 patologias, incluindo paralisia cerebral
  • Possibilidades potenciais de tratamento futuras da diabetes e doenças cardíacas
  • Em combinação com um procedimento de lipoaspiração

#Sabiaque

O tecido gordo removido durante a lipoaspiração é muitas vezes descartado como resíduo médico e o verdadeiro potencial das células estaminais nunca é alcançado.

Opção de pagamento

Disponibilizamos diversas opções de pagamento, incluindo planos de pagamento sem juros.

Ajuda e aconselhamento