Clampeamento tardio do cordão umbilical e preservação do sangue do cordão umbilical

À medida que surgem cada vez mais estudos que destacam os benefícios do clampeamento tardio do cordão umbilical, é compreensível que o tema da preservação das células estaminais do sangue do cordão umbilical levante cada vez mais dúvidas aos futuros pais. Neste documento explicamos como funciona o clampeamento tardio do cordão umbilical, juntamente com a preservação das células estaminais do sangue do cordão umbilical, para ajudar a proteger a saúde do seu bebé.

O clampeamento tardio do cordão umbilical (também conhecido como clampeamento óptimo do cordão) é um processo de clampeamento ou corte do cordão umbilical depois de as pulsações sanguíneas terem terminado, ou depois da expulsão da placenta. Esta prática fornece ao seu bebé um volume sanguíneo e níveis de ferro saudáveis durante a sua transição para fora do ventre materno, incluindo uma contagem completa dos glóbulos vermelhos, das células estaminais e das células imunitárias.

As mais recentes directrizes da Organização Mundial de Saúde (OMS) recomendam um clampeamento tardio do cordão (para a maioria dos recém- nascidos) nos primeiros 30 a 60 segundos após o parto, para todos os bebés. Estima-se que neste período, 80% do sangue do cordão umbilical é devolvido ao bebé. Para saber mais sobre a preservação do sangue do cordão umbilical, consulte o Guia para os Pais da Fundação para o Sangue do Cordão Umbilical. Esta prática ajuda a proteger contra doenças como a anemia por deficiência de ferro e a instabilidade vascular.

Trabalhamos juntos...
Clampeamento tardio do cordão umbilical com preservação do sangue do cordão umbilical

É um mito comum que a colheita de sangue do cordão umbilical impede os bebés de usufruir dos benefícios do clampeamento do cordão. De facto, por vezes bastam 15 ml de sangue para armazenar as células estaminais do sangue do cordão umbilical. Este valor representa uma fracção dos cerca de 200 ml de sangue existentes no cordão umbilical e na placenta.

Com a recolha do sangue do cordão umbilical, o seu bebé continuará a receber a quantidade essencial de oxigénio necessária e os nutrientes existentes no sangue materno. A fracção de sangue que é guardada pode ser congelada em criopreservação e usada para ajudar no tratamento de potenciais doenças que venham a surgir no futuro. Os tratamentos actuais incluem a Leucemia, a Anemia, os cancros da medula óssea e doenças imunitárias hereditárias.

Mesmo com apenas uma pequena quantidade de sangue do cordão umbilical, a Future Health Biobank consegue obter uma taxa de recuperação celular de 90% após o processamento das amostras. Este método conserva o maior número de células estaminais possível e proporciona ao seu filho as melhores hipóteses de tratamento no futuro.

Porquê escolher a Future Health?

Quando decidir que a preservação das células estaminais do sangue do cordão umbilical é a opção certa para si, a próxima decisão é escolher qual o banco biológico a que deve confiar a amostra do seu bebé. Alguns motivos para escolher a Future Health Biobank:

O banco de células estaminais com mais acreditações em todo o mundo

Líder global - Presença em 75 países

Planos de pagamento adequados a cada cliente