Ozzy Osbourne participa em terapia experimental com células estaminais para doença de Parkinson

Ozzy Osbourne está a ter uma recuperação "incrível" após ter sido submetido a uma terapia com células estaminais, no Panamá, para a doença de Parkinson. O lendário vocalista dos Black Sabbath, diagnosticado com um distúrbio cerebral em 2003, atrasou recentemente a sua turné de 2020, pela América do Norte, para que pudesse ser submetido a um tratamento experimental inovador.

A doença de Parkinson é uma condição neurodegenerativa debilitante que causa músculos rígidos e inflexíveis, levando a movimentos lentos e tremores. Esta doença é também responsável pelo desenvolvimento de um conjunto de outros sintomas físicos e psicológicos, como depressão, insónia e perda de memória.

Embora ainda não tenha sido divulgado nenhum detalhe acerca do tratamento com células estaminais a que Ozzy foi submetido, este parece ter diminuído os sintomas que sentia, contribuindo assim para a melhoria da sua qualidade de vida. Nas palavras de Kelly a filha de Ozzy:

Ver este progresso após apenas um tratamento com células estaminais é incrível. Ele quer se levantar, ele quer ser ativo. Ele quer fazer parte do mundo novamente. Ele anda melhor, fala melhor, os sintomas abrandaram. Ele está a ganhar a resistência muscular necessária após uma lesão na coluna vertebral.

Clínicas privadas, como aquela a que Ozzy recorreu, estão a disponibilizar terapias com células estaminais para a doença de Parkinson, mas ainda nenhuma está clinicamente comprovada. No entanto, casos como este, em conjunto com pesquisas cada vez mais inovadoras, ajudarão os cientistas a desenvolver um tratamento aprovado.

Claire Bale, Diretora de Investigação na Parkinson’s UK*, divulgou uma declaração no seguimento da terapia de Ozzy:

Células estaminais... representam uma grande esperança... Na Parkinson's UK, estamos a desenvolver pesquisas pioneiras, incluindo a investigação de células estaminais para encontrar tratamentos mais eficazes e uma cura. As pessoas afetadas também têm um papel vital a desempenhar, participando em pesquisas para que se possa avançar na investigação de novos tratamentos.

Referências:
engnews24h.com/
www.parkinsons.org.uk/

*Parkinson's UK, é uma entidade do Reino Unido, que se dedica ao apoio de famílias de doentes com Parkinson e à pesquisa sobre esta doença.